Os celulares se tornaram parte do cotidiano das pessoas. É comum que alguns modelos, principalmente antigos, passem a não reter a bateria como devem. Porém, este problema tem se tornado recorrente em diversos modelos de iPhone, especialmente quando são atualizados para o iOS 14.2. Confira nossas dicas para melhorar sua bateria!

1. Visualize os aplicativos que mais consomem bateria

O iOS conta com um recurso nativo que exibe em que período do dia quais apps estão consumindo mais bateria. Desta maneira, é possível evitar usar esses apps quando você sabe que precisará ficar um tempo sem carregar o celular, ou até mesmo desinstalá-los, em caso de necessidade.

Para acessar esta informação, abra o app “Ajustes”, selecione o item “Bateria” e clique em “Integridade da Bateria”. Feito isso, será possível visualizar um gráfico de consumo, indicando qual app está consumindo mais energia.

2. Limite o uso de widgets

O widget é um tipo de atalho para os aplicativos que, além de agilizar o acesso ao app, oferece uma interface gráfica inteligente que já mostra parte do conteúdo do software na tela principal do aparelho eletrônico.

Sem dúvidas, a função de widgets na tela inicial foi uma das maiores novidades do iOS 14, porém, estes recursos visuais podem consumir bastante a bateria do seu celular, especialmente aqueles que são atualizados constantemente pela internet ou são baseados na sua localização.

Para evitar este tipo de problema, mantenha na sua tela inicial apenas os widgets que você usa constantemente.

3. Limite as notificações

Um dos recursos que pode ser um grande responsável pelo alto consumo de bateria são as notificações. Isso acontece porque, além de acender a tela constantemente para exibi-las, processos em background podem realizar verificações constantes que, eventualmente, acabam consumindo mais bateria.

Para alterar essas configurações, acesse “Ajustes”, clique em “Notificações” e faça o ajuste de todos os apps que você recebe notificação, para garantir que só receberá as mais importantes.

4. Evite usar o aparelho enquanto ele carrega

Você pode usá-lo de vez em quando, e isso não apresenta nenhum risco, porém, longos usos, especialmente de aplicações que exigem mais da CPU podem fazer com que ele esquente demais.

O superaquecimento da bateria pode fazer com que o celular carregue de forma mais lenta. Então, opte por esperar até que o celular esteja com uma alta porcentagem de carga para voltar a utilizá-lo novamente.

Também é interessante evitar deixar o seu celular carregando a noite inteira. Embora o telefone não esquente ou sobrecarregue ao chegar na totalidade da carga, ainda assim isso pode acabar comprometendo os ciclos da bateria, reduzindo a vida útil do seu dispositivo.

5. Use Wi-Fi sempre que possível

Quando o seu celular não está conectado em uma rede Wi-Fi, ele ficará em constante busca até encontrar uma rede de dados móveis, e isso pode fazer com que ele acabe consumindo muita energia no processo.

Se você está na estrada, viajando, vai ficar sem sinal e já sabe disso, opte por habilitar o “Modo avião” no celular. Assim, ele não consumirá uma grande quantidade de energia para procurar a torre de sinal mais próxima.

6. Não feche os aplicativos que já estão abertos

Ao contrário do que aparenta, forçar a fechada de todos os apps abertos no seu celular não é uma boa prática. Toda vez que um app é aberto, é necessário um maior gasto de energia para a CPU inicializá-lo. Se o app já está aberto, ele não precisará ser inicializado novamente, o que, ao longo do dia, pode impactar em um consumo mais baixo de energia.

7. Desabilite os serviços de localização

Alguns apps acabam utilizando a sua localização precisa para melhorar dicas e sugestões. Porém, nem todos eles realmente precisam estar com essa função habilitada, pois ela pode acabar consumindo mais bateria que o usual.

Para desabilitar esta função, acesse “Ajustes”, selecione o item “Privacidade”, clique em “Serviços de localização” e desabilite a função “Serviços de Localização” para todos os apps. Também é possível abrir os apps e fazer a configuração manualmente.

8. Mantenha os aplicativos e iOS atualizados

Outra dica para fazer a bateria durar mais é manter sempre os apps e o sistema operacional atualizados. Um update pode trazer melhorias no consumo de energia, além de resolver falhas de segurança, trazendo uma maior garantia de segurança para o seu dispositivo.

Para acessar as atualizações, abra a App Store, clique na sua foto de perfil e acesse a seção de “Updates” para atualizar os apps do seu iPhone.

9. Desative o brilho automático

A tela é um dos componentes que mais drena a energia do seu telefone. No caso dos iPhones, a maioria possui a função de “Brilho Automático” ativada por padrão, mas, ainda assim, pode ser que este recurso deixe o brilho da tela em um nível maior do que o necessário, gastando mais energia.

O ideal é que você mesmo ajuste o brilho, tentando manter o mais baixo possível, de modo que ainda consiga enxergar o conteúdo exibido. Para desativar o recurso, abra o app “Ajustes”, clique em “Acessibilidade”, acesse a aba “Tela e Tamanho do Texto” e desabilite a opção “Brilho Automático”.

10. Desabilite atualizações em segundo plano

Por último, mas não menos importante, um bom jeito de fazer a sua bateria durar mais é desabilitar funções que não usa. A Siri possui funções de sugestão de apps e reconhecimento de voz que talvez você não utilize com tanta frequência assim. Nesse caso, opte por desabilitá-las.

Desabilite também atualizações em segundo plano, pois elas são responsáveis por manter o sistema de multitarefas do celular funcionando. Como o iOS costuma congelar apps que não são utilizados, sempre que o sistema prevê que você pode abrir um, a atualização em segundo plano é executada.

Para desabilitar esta função, acesse “Ajustes”, selecione o item “Geral” e clique em “Atualização em 2º plano”. Na aba seguinte, você pode desabilitar este recurso para todos os apps, ou somente para alguns.